John Mayer: "Não sou um menino Zeppelin"; "Sou um menino Strat"

Comparte este artículo en

John Mayer, um dos principais bluesmen da atualidade, descreve o estilo Jimmy Page do Led Zeppelin como "geneticamente um pouco fora da minha zona".


Mayer, o menino da Strats

John é conhecido por ter uma afinidade especial com a Strat. Mas em uma entrevista recente com Dean Delray, Mayer surpreendeu com uma frase sobre seu estilo e o do Led Zeppelin. Além disso, ele confirmou seu amor por Strat, e é por isso que ele não é um grande fã de Led Zeppelin.

Você pode ouvir a entrevista completa no Podcast Let There Be Talk de Dean Delray, abaixo deixamos um link.


Led Zeppelin está fora da minha zona

"Acontece que não sou um menino Zeppelin", disse ele a Delray. “Ele nunca me pegou; Eu ainda poderia ter. Seu vocabulário não é meu vocabulário. "

John Mayer também disse: “Jimmy Page basicamente toca uma Gibson, é um som diferente para mim. Eu sou um "garoto da Strat". Todos os (guitarristas) que amo vêm do lado da Strat. Também sou um "geek" melódico.

“Acho que Going to California, essa música é excelente. Quer dizer, Blind Faith provavelmente gostaria de ter escrito essa música. Parece que qualquer um teria matado por essa música. "

John Mayer continua "Eu posso digerir qualquer coisa que tenha melodia, mas quando você entra no blues do Led Zeppelin, geneticamente está um pouco fora da minha zona, só um pouco."

John Mayer fala sobre o Zeppelin e se descreve como um garoto Strat.
John com seu modelo PRS Signature "Silver Sky", baseado na Stratocaster

Reconhecendo boas canções

Em outra parte da entrevista, Mayer falou com Delray sobre como ele sabe quando uma música que ele escreveu vale a pena.

"Soa como um rádio na sua cabeça", disse ele. "Se eu voltar do estúdio para casa, jogo um joguinho." Eu vou, 'cante. Você pode cantar isso? Você não consegue cantar depois de trabalhar o dia todo? "" Se você não consegue cantar a música quando escova os dentes, é lixo. "


Mayer confessa um vício sério

Na entrevista, Mayer é sincero e diz: "Eu tenho um vício sério: eu procuro no Google especificações sobre todas as coisas." Ele continua contando uma anedota: “Quando eu estava no ensino fundamental / médio, estava na biblioteca e um catálogo de carros me chamou a atenção, lá me disseram que eu o gastaria procurando coisas em plataformas digitais”.

Ele acaba dizendo que a pessoa busca antes de comprar, mas que também busca descobrir tudo depois de ter, para confirmar que o que tem é o melhor. “Eu olho até a última especificação do fabricante, aquelas que ninguém liga e vou ver o que diz nas hashtags, descubro tudo”.


Você pode compartilhar opiniões ou conversar sobre isso e muito mais com outros músicos em nosso fórum: https://guitarriego.com/foro/

Siga-nos também no Instagram @guitarriego ou Facebook: https://m.facebook.com/guitarriego/


Comparte este artículo en

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.